Elevando a qualidade de software com Test Driven Development

O TDD é uma prática simples que eleva significativamente a qualidade do desenvolvimento.

Qualidade de software é parte da essência do conceito ágil. Os métodos ágeis não só proporcionam melhores formas de interação e planejamento, mas também formas de prevenir o surgimento de erros, e assim melhorar o tempo e a qualidade do produto entregue.

Bugs atrapalham e atrasam o desenvolvimento, demandando muito tempo para serem encontrados e corrigidos. Ocasionalmente, quando se corrige um erro, geram-se outros, resultando num efeito cascata de problemas.

Com frequência, isso ocorre em decorrência de falta de organização nos processos de trabalho, exaustão dos desenvolvedores, falta de experiência, entre outras questões. Obviamente, tais problemas não consomem apenas grande quantidade de tempo, mas também dinheiro. Quanto mais tarde no processo de desenvolvimento um erro for encontrado, maior é o custo para corrigi-lo.

Existem diversas práticas para mitigar erros no processo de desenvolvimento e assim elevar a qualidade de software. Uma dessas práticas é o TDD (Test Driven Development). Nesse método, desenvolvedores escrevem cenários de testes automatizados antes de criar o código funcional. Desse modo, o desenvolvedor preocupa-se de antemão com as regras e restrições da funcionalidade. Quando o mesmo escreve o código da funcionalidade, as chances de existir algum erro são reduzidas drasticamente.

Como consequência direta, o TDD gera um acúmulo de casos de testes automatizados, o que facilita a realização de testes de regressão. Outro benefício importante está no fato de cada pequena funcionalidade ser testada rapidamente ao longo do desenvolvimento, evitando uma longa e imprevisível fase de testes manuais no final do projeto. Os pequenos ciclos de desenvolvimento e testes facilitam o controle da qualidade pois viabilizam feedbacks instantâneos aos desenvolvedores, que por sua vez conseguem melhorar o código enquanto ainda se lembram dos seus detalhes.

A automação e os ciclos curtos elevam a confiança e a motivação da equipe, visto que seus membros perceberão evolução em direção ao que o cliente busca. Esses benefícios, apesar de intangíveis, não devem ser menosprezados. Processos alinhados a uma cultura de busca da qualidade são os melhores ativos que sua equipe de desenvolvimento pode ter.

Compartilhe...
Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn

CONTINUOUS TEST AUTOMATION - WHITE PAPER

Conheça uma abordagem ágil e escalável para seus projetos de automação de testes.

BAIXE O WHITE PAPER