Não faz mais sentido continuar fazendo testes no SAP apenas de forma manual

Todos nós já sabemos que o SAP é o ERP mais completo do mundo. Oferece uma ampla gama de possibilidades de configurações e extensões, tornando-o capaz de administrar, com robustez, negócios de diferentes segmentos, de diferentes portes, de centenas de países.

Também sabemos que os processos automatizados pelo ERP SAP são bastante críticos para as organizações. Já imaginou o tamanho do impacto causado por uma parada de produção ou de faturamento? E se uma empresa de capital aberto divulga demonstrações financeiras inconsistentes, como fica a confiança de acionistas, potenciais investidores e o preço das ações?

Bom, já que concordamos que o SAP é tão importante, por que ainda tentamos garantir a qualidade apenas de forma manual, bastante suscetível a falhas? Não faz sentido.

O velho costume do teste manual não combina com o alto investimento em tecnologia de ponta que você fez para adquirir e implantar o SAP. Também não faz sentido continuar tendo um alto custo de sustentação e seguir vivendo sem tranquilidade a cada nova mudança ou novo projeto, com alto risco de causar grandes estragos e prejuízos ao negócio.

Há diversos motivos que podem causar problemas sérios em projetos e A.M.S SAP. No entanto, observamos que alguns deles quase sempre se repetem, independentemente de cliente ou de consultoria. E posso dizer que o velho costume de testar as coisas manualmente no SAP aparece nas primeiras posições do ranking de motivos.

É preciso entender que as novas variáveis, surgidas nas duas últimas décadas, aumentaram muito a complexidade. Ao mesmo tempo, as pessoas esperam resultados cada vez mais acelerados. São elementos antagônicos, que só se resolvem através de automação aplicada.

As pessoas também mudaram. Querem ser cada vez mais especialistas, mas às vezes deixam de se atentarem ao que tem ao redor. As características da sociedade moderna tem formado também indivíduos cada vez mais distraídos, mais superficiais e impacientes.

Se a complexidade aumentou, se a expectativa de resultado está cada vez mais rápida e a existência de pessoas que conseguem aliar visão do todo + olho clínico está cada vez mais difícil, por que ainda deveríamos acreditar na viabilidade de um consultor e um key user sejam realmente capazes de fazer testes suficientes de forma manual?

Processos com diversas variações de cenários. Mudanças de regras a todo o momento. Funcionar em diversos browsers. Ser responsivo, navegação fluida em diversos modelos de desktops, notebooks, celulares, coletores, POS, entre outros dispositivos. Ter ótima performance e ser capaz de considerar muitos, muitos dados. Estar disponível em vários idiomas. Portabilidade de banco de dados e de nuvem, também relevante.

Como esperamos que um ser humano consiga atender toda essa exigência sem automação em testes? Quando formos migrar para o S/4HANA, imaginemos a infinidade de testes que precisarão ser feitos/refeitos.

Já há algum tempo questiono os tradicionais costumes de testes e gestão da qualidade funcional/técnica em projetos e A.M.S SAP. Depois que conheci o potencial e resultados de ferramentas de automação de testes, para mim não faz  mais sentido continuar fazendo apenas testes manuais em SAP.

E pra você, ainda faz?

eBook RPA
Robotic Process Automation

Você está pronto para a (r)evolução?

Uma nova onda de automatização está chegando. Os robôs em software assumirão boa parte das rotinas de finanças, marketing, RH, TI, logística e outras áreas. Dotados de inteligência artificial, os robôs podem tomar decisões considerando um grande volume de dados. Eles são mais baratos, rápidos e eficientes que qualquer humano.

RPA não é assunto de TI! Todo gestor precisa conhecer o RPA e iniciar sua implantação para ganhar eficiência e proteger sua competitividade. Preparamos um ebook sobre o RPA. Nele, você entenderá a definição e a aplicabilidade desta tecnologia. Redigido em linguagem acessível, qualquer gestor pode aproveitar este material.

Baixe agora mesmo